Visitas domiciliares buscam comprovar vulnerabilidade social para o Programa Alimento na Mesa

Em: 9 julho, 2021

A avaliação dos cadastros do Programa Alimento na Mesa, auxílio alimentação da Prefeitura de Santana, se encontra na fase de visitas domiciliares com a intenção de comprovar a vulnerabilidade social das famílias.

A primeira fase da análise de cadastros já foi concluída, ela se tratava da avaliação dos documentos e informações repassadas pela população através do cadastramento realizado presencialmente e de forma online.

“Estamos executando as análises com coerência e a maior velocidade possível, para que possamos disponibilizar o auxílio para a população o mais rápido possível.” Afirmou a Secretária Municipal de Assistência Social, Priscilla Azevedo.

Ao todo, 34.374 pessoas se inscreveram de forma online e 3 mil pessoas de forma presencial, totalizando 37.374 inscrições para o Programa Alimento Na Mesa. Apesar disso, o benefício será disponibilizado para 6.525 famílias, por isso a necessidade de uma análise completa, para assim levar o programa até as pessoas com maior vulnerabilidade social.

O Alimento na Mesa será administrado pela Prefeitura de Santana por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania (SEMASC), os recursos foram possibilitados com emendas garantidas pelo deputado federal Luiz Carlos (R$ 4 milhões) e pelo senador Randolfe Rodrigues (R$ 1,2 milhão), garantindo um auxílio financeiro de R$ 800,00 que serão pagos em 3 parcelas.

Comunicação – Prefeitura de Santana

Prefeitura Municipal de Santana - AP

Av. Santana, 2913 - Paraíso, Santana - AP

CEP: 68928-060, Santana - Estado do Amapá

Horário de atendimento: Seg a Sex das 07:30 as 13:30

Site Antigo

NOSSOS CANAIS