Prefeitura Municipal de Santana

Prefeito Bala Rocha e ministro Waldez Góes alinham ações para áreas afetadas por alagamentos em Santana

18 de fevereiro de 2024

Acervo Prefeitura de Santana.

O prefeito de Santana, Bala Rocha, reuniu-se na manhã desta sexta-feira, 16, com o ministro da Integração e do Desenvolvimento Regional, Waldez Góes, e representantes do Governo do Estado para alinhar ações que visem evitar alagamentos na cidade, semelhantes aos ocorridos na última terça-feira. Em seguida, a comitiva visitou o canal da Coelho Neto e o bairro Hospitalidade, locais que sofreram com o aumento das águas durante esta semana.

De acordo com o gestor municipal, o encontro teve como objetivo estudar formas de garantir investimentos para as áreas de infraestrutura e discutir as ações em andamento em colaboração com a prefeitura e o Governo do Estado.

Bala explicou que a cidade possui alguns pontos críticos que costumam alagar durante fortes chuvas, especialmente quando coincidem com a maré alta, como é o caso das avenidas José de Anchieta e 15 de Novembro, próximas ao canal do Paraíso, que são áreas de baixada. O gestor destacou que a gestão tem trabalhado ao longo do ano na limpeza dos canais, o que facilita o escoamento quando a maré baixa, evitando assim maiores transtornos para a população.

Acervo Prefeitura de Santana.

“Esta visita do ministro a Santana é para a gente identificar esses pontos e buscarmos soluções que minimizem os transtornos para a população. Por exemplo, no canal do Paraíso, identificamos a necessidade de dragagem, além de problemas com a fiação elétrica e a tubulação de água, para os quais será necessário alinhar ações com a CSA e a Equatorial. No canal do bairro Hospitalidade, a situação é diferente; aqui, o trabalho é realizado manualmente por nossas equipes, que removem vegetação e entulhos”, detalhou o prefeito.

O ministro Waldez Góes reforçou o compromisso de contribuir com o município, colocando recursos à disposição para garantir os serviços necessários nessas áreas.

“O governador Clécio Luís ampliou o decreto de emergência para a região metropolitana, e Santana está dentro dessa situação. A gente está unindo as forças Governo Federal, Estadual, Municipal e ainda com a bancada federal comandada pelo senador Davi, para ajudar neste momento. O Governo Federal retomou o PAC, recriou o ministério das Cidades, e tanto Macapá quanto Santana já têm projetos de macrodrenagens cadastrados dentro desse programa. Eu, Davi e o governador Clécio vamos reforçar junto ao ministro, Rui Costa, para garantir que essas ações aconteçam em Santana” reforçou o ministro Waldez.

Acervo Prefeitura de Santana.

O secretário de Estado de Transportes, Valdinei Amanajás, também enfatizou que o Governo do Estado está fornecendo os equipamentos necessários para apoiar a PMS durante esta situação.

“Estamos aqui acompanhados pelo coordenador estadual de Defesa Civil para verificar onde o estado pode contribuir com equipamentos e maquinários. O Governo também vai atuar nas áreas que necessitam de intervenção como terraplanagem, pavimentação e outras ações que possam melhorar esses pontos afetados” reforçou o secretário.

Acervo Prefeitura de Santana.

O comandante geral do Corpo de Bombeiros e coordenador estadual da Defesa Civil, coronel Alexandre Veríssimo, também acompanhou a visita e reiterou o apoio à Defesa Civil Municipal conforme necessário.

“O governador Clécio Luís decretou situação de emergência na região metropolitana por conta da situação ocorrida. Estamos concluindo um parecer técnico informando os pontos de alagamentos e a quantidade de pessoas atingidas para poder verificar quais recursos federais são necessários para apoiar o município”, ressaltou o coordenador estadual da Defesa Civil.

Ailton Leite

Assessor de Comunicação

Prefeitura de Santana/SEMOP

Última modificação: 18 de fevereiro de 2024

Comments are closed.