Prefeitura Municipal de Santana

Município de Santana oferece ampla rede de atendimento especializado em saúde mental à população

19 de janeiro de 2024

Janeiro Branco é o mês de conscientização da saúde mental e emocional e a Prefeitura de Santana destaca rede de atendimento em saúde mental bem estruturada, oferecendo atendimento especializado para quem precisa do serviço.

Quando se fala em cuidados com a saúde mental, o município dispõe de uma rede de Atenção Psicossocial composta pelos centros CAPS-AD e CAPSi.
Além disso, também há a parceria com as Unidades da Atenção Básica de Saúde, com trabalho focado na promoção do bem-estar emocional.

O CAPS-AD propõe a quebra do modelo de cuidado tradicional para um modelo de cuidado humanizado, alterando a maneira de lidar com pessoas que sofrem com problemas relacionados ao uso de substâncias alucinógenas e entorpecentes. Buscando preservar a cidadania da pessoa, realizando o tratamento para reintegrar e reinserir o paciente em seu contexto social, evitando internações.

Já o CAPSi oferece serviços como acolhimento, atendimento clínico e psiquiátrico, práticas integrativas, atendimentos coletivos em grupos, música, apoio à família, redução de danos, terapias, educação em saúde e cidadania para crianças e adolescentes.
Nas unidades de saúde e policlínicas, existe o serviço de atendimento de escuta psicológica.

“Ao longo dos anos, nossas ações foram pautadas na ampliação de acesso das pessoas, que estão adoecendo e com sofrimento psíquico, fato que cresceu muito no pós-pandemia. Estimular a população a buscar ajuda profissional é garantir uma melhor qualidade de vida para quem enfrenta questões relacionadas à saúde mental”, afirma a secretária de saúde, Ithiara Madureira.

 

ACESSO AOS SERVIÇOS
O acesso aos serviços de saúde mental de Santana é aberto e pode ocorrer tanto por encaminhamento quanto por busca espontânea dos munícipes. Os acolhimentos acontecem diariamente nos CAPS e unidades de saúde. Demandas de urgência e emergência devem ser atendidas pelo pronto-socorro municipal e casos com menor demanda de gravidade são acompanhados pelas equipes de atenção básica do município.

 

Eliane Vidal

ASCOM – Secretaria Municipal de Saúde

Última modificação: 19 de janeiro de 2024

Comments are closed.