Prefeitura Municipal de Santana

Após fortes chuvas, Defesa Civil monitora acúmulo de água em vários pontos de Santana

13 de fevereiro de 2024

Acervo Prefeitura de Santana. Foto: Jonhwene Silva.

As fortes chuvas que caíram desde as primeiras horas desta segunda-feira, 12, resultaram em pontos de acúmulo de água em diversos bairros do município de Santana, localizado a 17 km de Macapá. A Defesa Civil e a Secretaria de Assistência Social já estão monitorando os locais mais críticos.

Foram registrados pontos de alagamento nos bairros Hospitalidade, Remédios II e Fonte Nova. A chuva intensa, que durou mais de cinco horas, juntamente com a maré alta, foi apontada como uma das causas dos transtornos.

Apesar de canais e algumas áreas de ressaca da cidade terem recebido ações de limpeza como medida preventiva no plano de verão, algumas casas foram invadidas pela água. De acordo com informações do Centro Nacional de Monitoramento de Alertas e Desastres Naturais (Cemaden), nas últimas 12 horas choveu o previsto para cerca de uma semana. Os pluviômetros automáticos registraram uma incidência de mais de 100mm de chuva.

Acervo Prefeitura de Santana. Foto: Jonhwene Silva.

Diferentemente de Macapá, onde a situação de alagamentos foi considerada grave, em Santana apenas alguns pontos foram afetados. Os moradores relataram perda de móveis e eletrodomésticos. O chefe da Defesa Civil, José Coroca, relatou que há previsão de mais chuvas.

“Já estamos monitorando os pontos com maior incidência de alagamentos e realizando os procedimentos necessários. Sabemos que a previsão é de mais chuvas durante a noite”, afirmou.

De acordo com a Secretária de Assistência Social (Semasc), Liliane Souza, a intenção é proporcionar um pouco de tranquilidade às pessoas afetadas neste momento de aflição.

Acervo Prefeitura de Santana. Foto: jonhwene Silva.

“Estamos orientando as famílias afetadas, verificando suas necessidades e a situação real de cada uma delas. Deixamos um número de contato para possíveis emergências durante a noite”, disse Liliane.

O prefeito Bala Rocha esteve reunido com parte do secretariado para definir um plano de contingência e criou um comitê de crise para gerenciar e providenciar ações emergenciais.

“Com muita responsabilidade, sabemos que todos os anos esse episódio de alagamentos ocorre no município, apesar da gestão realizar ações preventivas de limpeza. Montamos um comitê de crise para atuarmos em situações de emergência e já estamos auxiliando as primeiras famílias afetadas. Vamos continuar com os trabalhos de limpeza e permanecer em prontidão”, concluiu.

A Prefeitura de Santana disponibilizou o número de emergência da Defesa Civil, que é 96 99102-5331.

Jonhwene Silva
Assessor de Comunicação/Prefeitura de Santana

Última modificação: 13 de fevereiro de 2024

Comments are closed.