Prefeitura Municipal de Santana

Prefeitura de Santana inaugura novo CAPSI

1 de setembro de 2023

Novo espaço fica localizado na Rua Presidente Costa e Silva, número 1434, bairro Hospitalidade, e funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h

A nova unidade do Centro de Atenção Psicossocial Infantojuvenil (CAPSi) foi inaugurada na manhã de quinta-feira, 31 de agosto, no município de Santana. Este centro acolhe crianças e adolescentes com idades de até 17 anos, 11 meses e 29 dias que sofrem, principalmente, de transtornos mentais graves e persistentes.

Anteriormente, o equipamento funcionava em outro endereço. Agora, o CAPS i está situado na Rua Presidente Costa e Silva, número 1434, no bairro Hospitalidade.

Imagem: acervo PMS – Foto: Criysiano Mendes.

O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h. No local, são oferecidos serviços como acolhimento, atendimento clínico e psiquiátrico, anamnese, práticas integrativas, atendimentos coletivos em grupos, música, apoio à família, redução de danos, terapias, educação em saúde, cidadania, tratamento do tabagismo, entre outros.

Durante a cerimônia de inauguração, o prefeito Bala Rocha anunciou que o centro irá atender pacientes que residem no município. “Conforme nosso compromisso, estamos expandindo nossa Rede de Atenção Psicossocial, entregando uma instalação ampla e com a melhor estrutura do estado para esse tipo de atendimento”, destacou.

Imagem: acervo PMS – Foto: Criysiano Mendes.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, Ithiara Madureira, a partir de segunda-feira, 4 de setembro, o CAPS i Infantil estará em pleno funcionamento. A unidade receberá tanto pacientes que já estão sob cuidados do serviço de saúde municipal quanto aqueles encaminhados conforme suas necessidades.

“A saúde mental, de modo geral, precisa ser cada vez mais expandida para que as pessoas tenham um acesso mais amplo. Esta inauguração vai dar cobertura para um grande número de pessoas. Este centro é o maior do estado para este tipo de atendimento”, enfatizou.

Para Edileuza Chaves, o novo espaço trará mudanças muito positivas na rotina dela e de seu filho, João Miguel, de nove anos. Com a ampla estrutura, eles poderão participar de mais atividades no centro. “Ele é atendido no CAPSi desde os cinco anos, é autista e hiperativo. O acompanhamento está sendo muito importante; eu nunca perco uma consulta. É uma prioridade para mim e, especialmente, para ele,” explicou.

Importância para quem precisa de tratamento

Imagem: acervo PMS – Foto: Criysiano Mendes.

As crianças que passam por avaliação diagnóstica têm à disposição uma equipe composta por psiquiatras, psicólogos, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais, enfermeiros, técnicos em enfermagem e assistentes sociais.

Os serviços oferecidos aos pacientes incluem atendimento individual e em grupo, orientação familiar, oficinas terapêuticas, brinquedoteca, psicoterapia, consulta médica, acompanhamento psiquiátrico e apoio em situações de crises psiquiátricas, além de suporte a outros atendimentos.

O serviço é de “portas abertas”, o que significa que o centro aceita pacientes com ou sem encaminhamento. Após o primeiro contato, as crianças e adolescentes passam por uma equipe multidisciplinar para uma avaliação precisa e começam o tratamento de acordo com suas necessidades.

 

Eliane Vidal

Assessoria de Comunicação

Secretaria Municipal de Saúde

Última modificação: 1 de setembro de 2023

Comments are closed.