População ribeirinha de Santana recebe mais uma etapa de vacinação contra a Covid-19

Em: 15 junho, 2021

Equipes do Programa Estratégia Saúde da Família da Prefeitura de Santana, seguem imunizando moradores que vivem em comunidades ribeirinhas, rurais e quilombolas do município. Nesta terça-feira (15), a equipe de saúde esteve em uma ação na localidade Matapi Mirim, onde atendeu com a primeira dose da vacina, a população ribeirinha maior de 18 anos de idade, que também faz parte do grupo prioritário nestas regiões.

Em Santana, a campanha de imunização já alcançou mais de 900 pessoas que residem em comunidades ribeirinhas e tradicionais, muitas onde o acesso só é possível através de embarcação. O prefeito Bala Rocha, sua equipe técnica e o superintendente de Vigilância em Saúde, Dorinaldo Malafaia, acompanharam o deslocamento da equipe nesta terça-feira e a logística para garantir a vacinação dos moradores nesta etapa, acima de 18 anos.

“A missão é levar a equipe de saúde aos locais distantes e mais isolados do município. Isso exige estratégia e estrutura para garantir a imunização dessa população como prevê o Programa Nacional de Imunização – PNI, atendendo todas as regiões”, enfatizou o prefeito.

Para atender as regiões, o município conta com uma remessa de doses extras do imunizante, garantidas pelo Governo do Estado. “Foi feito por parte do Governo do Estado, uma solicitação de doses extras que garatem 100% de cobertura vacinal da população acima de 18 anos nessas regiões. É fundamental que esse público seja imunizado”, reforçou o superintendente de Vigilância em Saúde, Dorinaldo Malafaia.

As primeiras comunidades ribeirinhas a receberem a primeira dose para moradores acima de 18 anos, foram Cinco Chagas, Nossa Senhora do Desterro, Matapi Mirim, Nova Esperança, Alto do Pirativa, São Raimundo do Pirativa e São Raimundo do Pirativa Ribeirinho. A enfermeira Rafaela Lima, falou sobre o desafio de vacinar nessas áreas. “A vacina precisa chegar até essas pessoas e nós somos essa ponte, fazendo a busca desses moradores para imunizá-los. Em Matapi Mirim, por exemplo, cerca de 120 pessoas com idade acima de 18 anos, devem receber a primeira dose da vacina”, comentou.

Wilcilene Gonçalves, de 22 anos, recebeu a primeira dose da vacina AstraZeneca e encorajou outros moradores a se imunizarem. “Não precisa ter medo da vacina, essa é a única forma de se proteger contra essa doença, que já tirou a vida de tanta gente e o sorriso de muitas famílias”, disse a moradora.

Ainda serão vacinadas as pessoas acima de 18 anos, que vivem nas comunidades ribeirinhas de Foz do Vila Nova, Cachoerinha, Três Irmãos Remanescente, Três Irmãos, Cafezal, Água Branca do Piaçacá, Água Azul, Piassacá Ribeirinho e Santa Helena. Nas comunidades rurais, a equipe de saúde levará vacina às regiões de Matão I e II do Piaçacá, Ramal do Matão, Ramal do Felix, Vai quem quer, Massaranduba, Limão I, III e Bela Vista e em comunidades quilombolas como São Raimundo, Conceição e São Benedito do Maruanum, Santa Olívia, São Sebastião e Igarapé do Lago.

Nestas regiões, a Secretaria de Saúde já imunizou com a primeira dose, idosos acima de 60 anos, pessoas sem comorbidades a partir de 30 anos e começará a concluir o ciclo de imunização contra a doença, ainda este mês, para o público alcançado nas primeiras etapas da campanha.

 

Comunicação – Prefeitura de Santana

Prefeitura Municipal de Santana - AP

Av. Santana, 2913 - Paraíso, Santana - AP

CEP: 68928-060, Santana - Estado do Amapá

Horário de atendimento: Seg a Sex das 07:30 as 13:30

Site Antigo

NOSSOS CANAIS