Acessibilidade: A+ A() A-

 NOTÍCIAS

Crise financeira atinge municípios amapaenses e gestores buscam solução junto ao Governo

Um dos problemas que agravou a crise foi a retenção de valores do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), com base em parcelamentos de debitos junto à Receita Federal.

Por: Simone Pessôa - 11/11/2017 - 15:00

Uma das medidas sugerida pelos gestores foi distribuição igualitária dos impostos arrecadados nas operações de transbordo de combustível em Santana.

Foto: Junior Batista

Prefeitos de vários municípios do estado do Amapá estiveram em reunião com o governador Waldez Góes, na tarde desta sexta-feira, 10. O encontro ocorreu no Palácio do Setentrião, tendo como objetivo encontrar uma solução para a crise financeira que atinge os municípios do Estado.

Um dos problemas que agravou a crise foi a retenção de valores do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), com base em parcelamentos de debitos junto à Receita Federal.

De acordo com o presidente da Associação dos Municípios do Estado do Amapá (Ameap), Ofirney da Conceição Sadala, o município de Santana teve descontado cerca de R$ 100 mil e bloqueados outros R$ 900 mil. Esse recurso, segundo ele, seria utilizado para pagamento dos servidores, entre outras prioridades.

Uma das medidas sugerida pelos gestores foi distribuição igualitária dos impostos arrecadados nas operações de transbordo de combustível em Santana.

O prefeito Dudão Costa, de Mazagão chegou a mencionar que, por conta da crise, está dispensando colaboradores e reduzindo serviços.

"É o segundo mês consecutivo que os descontos nas cotas são de aproximadamente 50% e, com isso, o município está ficando com muitas dificuldades", explicou o gestor mazaganense.

Após a reunião, os gestores seguiram para a sede da Ameap onde participaram de uma coletiva de imprensa.

 


PMS - Prefeitura Municipal de Santana
Av. Santana, 2913 - Paraíso, Santana - AP, 68928-060
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP
2017 - Licença Creative Commons 3.0 International