Acessibilidade: A+ A() A-

 NOTÍCIAS

Operação Tapa-Buraco: Avenida Santana ganha 15 toneladas de massa asfáltica
Por: Simone Pessôa / Izael Marinho - 19/05/2017 - 07:17

Operação Tapa-Buraco: Avenida Santana ganha 15 toneladas de massa asfáltica

Foto: Amilton Matsunaga / Moranny Sanches

Quinze toneladas de massa asfáltica serão utilizadas, por esses dias, pelas equipes da Secretaria Municipal de Obras Públicas e Serviços Urbanos (Semop), da Prefeitura de Santana, na recuperação da malha viária da Avenida Santana, no trecho que vai da Rua Tancredo Neves (no bairro Paraíso) até a Rua Adálvaro Cavalcante (no Centro). Os serviços começaram nesta quinta-feira, 18 e devem ser concluídos hoje, 19.

Após o serviço na Avenida Santana, as equipes seguem com a Operação Tapa-Buraco para a Rua Adálvaro Cavalcante, no perímetro que vai da Avenida Santana até as imediações do bairro Nova Brasília.

“Estamos cumprindo uma determinação do prefeito Ofirney Sadala, que definiu entre as prioridades da sua gestão a recuperação imediata da pavimentação das vias públicas, que estão bastante deterioradas pelo longo período que passaram sem manutenção”, disse o coordenador municipal de Serviços Urbanos da Semop, Renê Mota.

A recuperação das vias públicas de Santana faz parte de uma parceria firmada entre a Prefeitura do Município e o Governo do Estado, que consiste no repasse de 1.200 toneladas de massa asfáltica pela Usina de Asfalto da Setrap (Secretaria de Estado dos Transportes) para a Semop.

PRODUÇÃO DA MASSA ASFÁLTICA

A massa asfáltica é preparada na Usina de Asfalto da Setrap, que existe há 18 anos. Hoje, a capacidade de produção da usina é de 45 toneladas/dia para atender 60% dos municípios, entre eles, Santana.

De acordo com Benedito Júnior Martins, diretor da usina, para um asfalto de boa qualidade e durabilidade são investidos, em média, R$ 520 mil por toneladas em insumos, além dos custos operacional.

“Temos feito constantemente esse trabalho, porém estamos firmando algumas parcerias, inclusive a operação de fornecimento de aplicação de massa dentro do município de Santana”, informou o diretor.

A preparação da massa asfáltica inicia com o carregamento de areia, pó de brita, brita zero e brita um, seguindo com a secagem do material. O processo continua com a adição de material betuminoso (pinche) e adição de cimento para a mistura e finalização. Para conclusão são avaliadas cerca de seis amostras do material por dia para testar a qualidade e a durabilidade do produto.

 


PMS - Prefeitura Municipal de Santana
Av. Santana, 2913 - Paraíso, Santana - AP, 68928-060
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP
2017 - Licença Creative Commons 3.0 International